PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Taxistas protestam contra legalização do Uber no centro de Buenos Aires

30/07/2018 20h25

Buenos Aires, 30 jul (EFE).- Cerca de 400 taxistas bloquearam nesta segunda-feira algumas ruas do centro de Buenos Aires para protestar contra a possível legalização do aplicativo de transporte Uber na cidade de Mendoza, no oeste da Argentina.

O protesto realizado na capital foi convocado por diversos sindicatos e organizações de taxistas do país. Durante o ato, os manifestantes entregaram uma petição ao governo rejeitando o projeto de lei que já teve uma primeira parte aprovada pelo poder público no início de julho e que voltará a ser analisado nesta terça.

Se o projeto for aprovado, Mendoza será a primeira província argentina a legalizar o aplicativo. Embora Buenos Aires esteja com o serviço funcionando desde abril de 2016, ainda há uma briga judicial envolvendo simpatizantes e pessoas contrárias ao Uber.

"Aqui estamos combatendo este serviço de todas as formas: no legislativo, mobilizados na rua. Eles querem legalizar em Mendoza e somos totalmente contra", disse Miguel Ángel Soto, secretário do Sindicato dos Motoristas de Táxi.

Segundo Soto, desde que o aplicativo chegou à capital houve uma redução de 50% do trabalho dos taxistas. Por este motivo, os sindicatos da categoria anunciaram uma greve para esta terça-feira na província de Mendoza e uma mobilização na capital argentina com a esperança de que o projeto não seja aprovado.

Os taxistas de Mendoza começaram também uma campanha anti-Uber chamada "YoTomoTAXI" para tentar ganhar o apoio dos usuários.