ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Dow Jones fecha praticamente estável

14/09/2018 20h00

Nova York, 14 set (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em leve alta de 0,03%, com os mercados ainda avaliando a possibilidade de que os Estados Unidos apliquem em breve um novo conjunto de sobretaxas que anunciaram em julho a produtos chineses.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 8,68 pontos, para 26.154,67. O seletivo S&P 500 também subiu 0,03%, chegando a 2.904,98, e o índice composto da Nasdaq caiu 0,05% e fechou aos 8.010,04.

O pregão em Wall Street foi volátil, com as operações abrindo em tendência de alta, mantendo o rumo de ontem. Mas, no início da tarde, mudaram o curso e passaram a cair, após a notícia de que o presidente americano, Donald Trump deu sinal verde para a imposição das sobretaxas.

Os EUA ainda não haviam aplicado essas tarifas extras de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos da China por alimentarem a expectativa de negociarem com o governo do país asiático a redução de seu déficit comercial neste mesmo valor até 2020. Como essas negociações não foram abertas, os encargos podem entrar em vigor muito em breve, o que mina alguns sinais de alívio nas tensões comerciais entre os dois países que surgiram nos últimos dias.

As medidas tarifárias receberam críticas por parte de grandes empresas americanas, como Apple e 3M, que alegam que seus custos de produção vão aumentar, e cujas ações foram algumas das mais se desvalorizaram hoje no Dow Jones.

Entre os 30 títulos que compõem o indicador, as altas mais expressivas hoje foram dos papéis de United Technologies (1,68%), Boeing (1,22%), Chevron (0,93%), Travelers (0,92%), American Express (0,83%) e Exxon Mobil (0,73%). As quedas mais acentuadas foram das ações de Walt Disney (-1,27%), Apple (-1,14%), McDonald's (-0,94%), Verizon (-0,71%), Walmart (-0,56%), 3M (-0,56%) e Merck (-0,53%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.199, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em 10 anos aumentava para 2,998%.

Mais Economia