PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Por telefone, China e EUA discutem as próximas negociações comerciais

11/12/2018 04h18

Pequim, 11 dez (EFE).- O vice-primeiro-ministro da China, Liu He, discutiu nesta terça-feira por telefone com o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, e o chefe negociador comercial de Washington, Robert Lighthizer, o roteiro a seguir nas próximas negociações comerciais, informou o governo chinês.

Embora tanto China como os americanos desvincularam estas negociações do polêmico caso da prisão no Canadá da diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, a pedido dos EUA pela sua suposta ligação das sanções impostas por Washington ao Irã, teme-se que este confronto possa prejudicar ainda mais as relações entre os dois países.

"As duas partes trocaram pontos de vista sobre a implementação do consenso alcançado na reunião entre os dois presidentes e o impulso do roteiro das consultas econômicas e comerciais", afirmou o Ministério de Comércio da China.

O contato telefônico aconteceu por parte do vice-primeiro-ministro chinês, encarregado de liderar nos últimos meses as fracassadas rodadas de diálogo com a parte americano, segundo precisou o texto.

No último dia 1º, quando também ocorreu a prisão de Meng, o presidentes da China, Xi Jinping, e EUA, Donald Trump, mostraram em Buenos Aires um lado mais amistoso e concordaram com uma trégua na guerra comercial, esperando novas negociações.

Se quando acabar esse prazo - que começou em 1º de dezembro - não houver "uma solução satisfatória" às preocupações dos EUA, as tarifas americanas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses subirão do 10% atual para 25%, lembrou Lighthizer.