PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Barril do Texas fecha em baixa de 2,28%

22/01/2019 19h31

Nova York, 22 jan (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta terça-feira em baixa de 2,28%, cotado em US$ 52,57 o barril, em meio a novos temores sobre um arrefecimento da economia em nível global após o Fundo Monetário Internacional (FMI) ter revisado a sua previsão de crescimento para 2019.

Ao final das operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em fevereiro caíram US$ 1,23 em relação ao valor de fechamento de ontem.

A queda aconteceu depois que o FMI reduziu a previsão de crescimento para 2019 de 3,7% para 3,5% devido ao elevado número de ameaças à economia.

"Há seis meses havia ameaças, mas não tinham o nível e a magnitude de agora", disse à emissora "CNBC" a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde.

A isso se junta o número divulgado pelo governo da China ontem sobre a expansão anual da sua economia, que se situou em 6,6%, o nível mais baixo registrado pelo país asiático desde 1990.

Os analistas temem que esses números sejam uma amostra clara de uma deceleração da economia em nível mundial, o que poderia levar a uma menor demanda de petróleo.

Já os contratos de gasolina com vencimento em fevereiro caíram mais de US$ 0,02, para US$ 1,40 o galão, e os de gás natural, que expiram no mesmo mês, recuaram mais de US$ 0,45, para US$ 3,04 por cada mil pés cúbicos. EFE

PUBLICIDADE