PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Trump diz que acordo comercial só sai depois de reunião com Xi

31/01/2019 13h30

Washington, 31 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, destacou nesta quinta-feira que as negociações comerciais com a China estão evoluindo, mas afirmou que não haverá um acordo até que ele se encontre com Xi Jinping.

"Os principais negociadores comerciais da China estão nos EUA em reuniões com nossos representantes. Os encontros estão indo bem, com boa vontade e espírito das duas partes", disse Trump no Twitter.

O representante de Comércio Exterior dos EUA, Robert Lighthizer, recebeu ontem o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, em uma nova rodada de negociações bilaterais para evitar uma escalada na guerra comercial aberta pelas medidas tomadas pela Casa Branca.

Trump confirmou que receberá Liu hoje, mas alertou que só haverá acordo depois de um encontro com o presidente da China, Xi Jinping.

"Não haverá acordo final até que eu e meu amigo presidente Xi nos vejamos num futuro próximo para discutir e entrar em acordo sobre alguns dos aspectos mais difíceis (do pacto)", disse Trump.

Trump estabeleceu o dia 1º de março como prazo para chegar a um acordo com a China. Caso contrário, prometeu elevar a sobretaxa sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas de 10% para 25%.

As conversas, porém, ocorrem em um momento complicado nas relações entre os dois países. O Departamento de Justiça dos EUA apresentou na segunda-feira uma denúncia formal contra a Huawei, uma das principais empresas chinesas de tecnologia, por fraude bancária e roubo de segredos comerciais.

Segundo as autoridades americanas, a companhia chinesa violou as sanções impostas pela Casa Branca ao Irã.

O Departamento de Justiça também pediu a extradição da diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, presa no Canadá a pedido do governo dos EUA. EFE