PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Brasil buscará compensações da UE por sobretaxas sobre importações de aço

05/02/2019 22h52

Rio de Janeiro, 5 fev (EFE).- O governo federal afirmou nesta terça-feira que continuará a busca de compensações da União Europeia (UE) depois que os países desse bloco aplicaram sobretaxas sobre as importações de aço.

Em uma nota conjunta divulgada nesta terça-feira, o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério de Economia assinalaram que o governo "continuará a buscar junto à União Europeia as compensações adequadas para equilibrar os efeitos adversos das salvaguardas sobre a corrente de comércio".

O anúncio do governo aconteceu depois de que a UE publicou na sexta-feira passada a regulamentação da sobretaxa de 25% sobre as importações de aço que excedam os limites estabelecidos por categoria de produto.

Com as novas taxas - que estarão vigentes até junho de 2021 -, os países da UE buscam proteger os produtores de aço europeu da entrada no mercado deste produto.

A UE tinha iniciado em março de 2018 uma avaliação sobre a imposição de salvaguardas, que foram aplicadas provisoriamente em junho do ano passado.

Na nota de hoje, o governo brasileiro reiterou sua oposição à aplicação das novas taxas pelo bloco europeu. EFE