IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Dow Jones fecha em alta de 1,49%

12/02/2019 20h27

Nova York, 12 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em alta de 1,49%, devido ao otimismo do mercado com o princípio de acordo entre democratas e republicanos para evitar outra paralisação do governo de Donald Trump e também com avanços nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 372,65 pontos e agora acumula 25.425,76. Já o seletivo S&P 500 subiu 1,29%, para 2.744,73, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 1,46% e fechou aos 7.414,62 pontos.

Com exceção do imobiliário (-0,7%), todos os setores fecharam com números verdes, liderados pelos de materiais básicos (2,25%), de bens não essenciais (1,66%), industrial e financeiro (1,56%, ambos).

O pregão nova-iorquino se manteve hoje em terreno positivo após a confirmação de que republicanos e democratas tinham alcançado um acordo no Congresso para evitar outro fechamento parcial do governo, que inclui financiamento para o muro fronteiriço.

Embora o presidente Donald Trump tenha expressado sua insatisfação com o pacto, afirmou que não acredita que outro fechamento parcial administrativo acontecerá em breve.

Por outra parte, o presidente americano citou a possibilidade de estender as negociações comerciais com a China além da data limite de 1º de março, e disse que ainda espera se reunir com seu homólogo chinês, Xi Jinping, "em algum momento", provavelmente depois dessa data.

Os investidores estão esperançosos que a rodada de conversas que começou nesta segunda-feira em Pequim chegue a um bom termo e isso se refletiu nas suas operações, já que apostaram em empresas habitualmente sensíveis às tensões comerciais.

No grupo de 30 empresas que cotam no Dow Jones, os maiores progressos foram de Caterpillar (2,9%), 3M (2,82%), Dow DuPont (2,62%), Intel (2,54%), United Health (2,47%) e Merck (2,36%). Por outro lado, registraram leves baixas Walt Disney (-0,22%) e McDonald's (-0,17%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.314,40, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a dez anos avançava até 2,684%. EFE

Mais Economia