PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Confira 11 curiosidades sobre o Boeing 737 MAX, o avião que caiu na Etiópia

11/03/2019 16h50

Redação Central, 11 mar (EFE).- Com mais de 5 mil pedidos procedentes de 100 clientes de todo o mundo e 330 unidades já entregues, o Boeing 737 MAX é um sucesso de vendas da companhia americana, mas foi colocado sob dúvida após o acidente de domingo na Etiópia no qual morreram 157 pessoas.

Conheça em onze tópicos mais detalhes sobre o modelo do avião da Boeing, o mais rápido já vendido na história da empresa.

- Entre muitas companhias aéreas que usam o Boeing 737 MAX ou estão aguardando recebê-los estão: Aerolíneas Argentinas, Aeromexico, Air Canadá, Air China, Air Europa, American Airlines, Blue Air, China Eastern Airlines, China Southern Airlines, LOT, Norwegian Air Shuttle, Qatar Airways, Ryanair, Turkish, United Airlines e Virgin Austrália. A companhia aérea brasileira Gol tem sete 737 MAX 8 em operação, e outros 135 MAX 8 e MAX 10 encomendados para serem entregues até 2028.

- Com o aumento do ritmo de produção para 52 unidades por mês em 2018, se a Boeing não receber mais pedidos, as aeronaves já compradas garantiriam a produção do 737 MAX até 2027.

- A família Boeing 737 MAX incorpora as últimas tecnologias disponíveis ao modelo de avião comercial mais popular de todos os tempos, o 737, criado para competir com o A320 da Airbus.

- Os 737 MAX receberam motores LEAP-1B da CFM Internacional e asas com tecnologia avançada. Na parte interna, a tecnologia já é da Boeing Sky Interior, com painel de instrumentos maior e outras características para garantir maior eficiência, confiabilidade e comodidade no mercado de aviões de corredor único.

- A família 737 MAX dispõe de vários modelos: o 737 MAX 7, com capacidade de até 172 lugares e autonomia de 7.130 quilômetros; o 737 MAX 8, com capacidade de até 210 lugares e autonomia de 6.570 quilômetros; o 737 MAX 9, de mesma autonomia, mas capacidade para 220 passageiros; e o 737 MAX 10, capaz de transportar 230 pessoas, com autonomia de 6.110 quilômetros.

- Os preços de catálogo do 737 MAX variam de US$ 96 milhões, valor cobrado pelo MAX 7, até US$ 129,9 milhões, para o MAX 10.

- A flexibilidade do 737 MAX dá às companhias aéreas a possibilidade de oferecer conexões em cidades menores de todo o mundo, incluindo rotas transatlânticas e transcontinentais.

- O 737 MAX reduz o consumo de combustível e as emissões de dióxido de carbono (CO2) de aeronaves mais antigas da Boeing.

- A Boeing afirma que os custos operacionais da família 737 MAX são os menores do segmento de aviões de corredor único, com uma economia de 8% em relação aos principais concorrentes, devido à menor necessidade de manutenção.

- Apesar de ser considerada uma das aeronaves mais confiáveis do mundo, o 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines caiu neste domingo com157 passageiros a bordo, o segundo acidente do modelo em seis meses.

- Em 29 de outubro de 2018, outro MAX 8 da Lion Air caiu no Mar de Java 13 minutos depois de decolar do aeroporto de Jacarta, causando a morte de 189 passageiros. EFE