PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones fecha em baixa de 0,55%

20/03/2019 18h22

Nova York, 20 mar (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,55% em um pregão volátil, influenciado pela decisão do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, de manter o patamar dos juros básicos no país de 2,25% a 2,5%.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 141,71 pontos e agora acumula 25.745,67. Já o seletivo S&P 500 caiu 0,29%, até 2.824,23, enquanto o índice composto da Nasdaq subiu 0,07%, para 7.728,97 pontos.

A maioria dos setores fechou com números vermelhos, começando pelo financeiro (-2,09%), seguido pelo sanitário (-0,67%) e o industrial (-0,63%), enquanto a alta mais destacada foi registrada no das comunicações (1,16%).

O pregão nova-iorquino teve um dia de altos e baixos depois que a reunião de política monetária do Fed terminou, como se esperava, sem mudanças nas taxas de juros, mas os investidores não se animaram com a perspectiva de que o crescimento econômico tenha se debilitado.

"O crescimento econômico se desacelerou da sua sólida taxa registrada no último trimestre do ano passado", disse o Fed em comunicado.

Segundo os analistas, os anúncios do Fed pressionaram em baixa os rendimentos do bônus do Tesouro a 10 anos, de referência nos EUA, que caíram a níveis mínimos não vistos em um ano e arrastaram os principais bancos do país: JP Morgan (-2,13%), Bank of America (-3,41%), Goldman Sachs (-3,38%), Citigroup (-3,66%) e Morgan Stanley (-2,09%).

Também não ajudaram os comentários do presidente Donald Trump sobre o conflito tarifário com a China, no qual os encargos sobre as importações desse país podem ser mantidos "durante um período de tempo substancial", segundo o governante, que depois tentou suavizar o tom dizendo que um possível pacto "está chegando perto".

No grupo de 30 empresas cotadas do Dow Jones, as maiores perdas foram registradas pelas entidades bancárias, acompanhadas por UnitedHealth (-2,58%), Walgreens (-1,54%) e Walmart (-1,21%), entre outras.

Por outro lado, menos de dez empresas conseguiram fechar com avanços nesta quarta-feira, entre elas Home Depot (1,07%), McDonald's (1,02%), Apple (0,87%) e Boeing (0,73%).

No plano corporativo, após a conclusão da venda de ativos da 21st Century Fox a Disney por US$ 71,3 bilhões, a Disney terminou o dia praticamente estável (-0,01%) na Bolsa de Nova York, enquanto as ações da nova Fox caíram 4,26%.

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.313, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos recuava até 2,524%. EFE