PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Dow Jones fecha em leve alta de 0,03%

10/04/2019 18h04

Nova York, 10 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quarta-feira em leve alta de 0,03%, após a divulgação das atas da última reunião do Federal Reserve (Fed, banco central americano), segundo as quais não pretende movimentar as taxas de juros nos Estados Unidos neste ano.

Ao final do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York somou 6,58 pontos e agora tem 26.157,16. Já o seletivo S&P 500 subiu 0,35%, até 2.888,21, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 0,69%, para 7.964,24 pontos.

Por setores, a maioria fechou no terreno positivo, liderados pelo imobiliário (0,73%), o tecnológico (0,70%) e o de bens não essenciais (0,49%), enquanto o mais prejudicado foi o de empresas de serviços públicos (-0,38%).

Wall Street passou hoje por uma jornada mais positiva que a anterior graças às minutas da reunião de política monetária do Fed de março, que vieram a confirmar que o banco central não prevê movimentar mais as taxas de juros nos EUA "no que resta do ano".

"A maioria dos participantes antecipou que a evolução das perspectivas econômicas e os riscos provavelmente recomendariam deixar a categoria de juros sem mudanças no que resta do ano", assinalou então o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, em inglês), que decidiu manter o preço do dinheiro entre 2,25% e 2,5%.

Por outra parte, os investidores reagiram a novos avanços na negociação comercial entre EUA e China. De acordo com o Secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, as potências têm se aproximado de um acordo para criar um "mecanismo de aplicação" de medidas.

Os protagonistas do dia foram, no entanto, os principais executivos de sete grandes bancos do país, que testemunharam diante de um comitê do Congresso durante horas e sustentaram que o sistema financeiro é muito mais seguro agora que há uma década.

Enquanto isso, o crescimento econômico global segue preocupando os mercados: o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu nesta terça-feira sua previsão nesse sentido este ano, dizendo que uma desaceleração poderia obrigar os líderes mundiais a coordenar medidas de estímulo.

Entre as 30 empresas que cotam no Dow Jones Industrial, se destacaram os avanços de Goldman Sachs (1,18%), Cisco (1,16%) e Walmart (0,92%), assim como as quedas de United Health (-1,11%), Boeing (-1,11%) e Dow DuPont (-1%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.312,20, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos recuava até 2,467%. EFE

PUBLICIDADE