PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Dow Jones fecha em leve baixa de 0,05%

11/04/2019 18h07

Nova York, 11 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em leve baixa de 0,05%, após uma jornada fraca, marcada pelas previsões pessimistas sobre a próxima temporada de resultados corporativos e pelo temor ao esfriamento da economia.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 14,11 pontos e agora tem 26.143,05. Já o seletivo S&P 500 não registrou variação percentual, e encerrou o dia com 2.888,32 pontos, enquanto o índice composto da Nasdaq recuou 0,21%, para 7.947,36.

A maioria dos setores terminou a jornada em terreno positivo, liderados pelo industrial (0,88%), o financeiro (0,56%) e o de empresas de serviços públicos (0,55%), enquanto o mais prejudicado foi o sanitário (-1,21%).

O pregão nova-iorquino atravessou uma jornada irregular: abriu com tímidos lucros graças aos avanços na negociação comercial entre Estados Unidos e China, mas logo perdeu o fôlego, e tanto o Dow Jones como o S&P 500 terminaram praticamente iguais ao pregão anterior.

Segundo os analistas, as previsões pessimistas sobre a próxima temporada de resultados influenciaram no mercado, o que se refletiu em quedas no setor bancário diante da publicação, nesta sexta-feira, das contas do JP Morgan Chase e do Wells Fargo.

"Na semana que vem veremos divulgar seus resultados o Goldman, o Bank of America, o Citi e o Morgan Stanley, e o foco estará nas margens de juros agora que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) indica uma pausa na sua política de juros", escreveu em uma nota o economista-chefe da firma Gluskin Sheff, David Rosenberg.

Nesta quarta-feira foram divulgadas as atas da última reunião do Fed, que confirmaram que o banco central não prevê movimentar mais as taxas de juros nos EUA "no que resta do ano".

Enquanto isso, o crescimento econômico global segue preocupando os mercados: o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu suas previsões para este ano, dizendo que uma desaceleração poderia obrigar os líderes mundiais a coordenar as medidas de estímulo.

Entre as 30 empresas que cotam no Dow Jones Industrial, as perdas foram puxadas pela UnitedHealth (-4,31%), que foi seguida por Walgreens (-1,96%), DowDuPont (-1,47%), Merck (-1,21%) e Pfizer (-1,08%).

Por outro lado, os avanços mais pronunciados foram das ações de Boeing (1,43%), Walmart (1,20%), Home Depot (1,03%) e Caterpillar (0,97%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.295,40, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos avançava até 2,499%. EFE

PUBLICIDADE