PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Companhia anuncia descoberta de diamante azul de 20 quilates em Botsuana

17/04/2019 14h30

Johanesburgo, 17 abr (EFE).- A companhia Okavango Diamond Company, de Botsuana, anunciou nesta quarta-feira a descoberta de um diamante azul de 20,46 quilates, o maior dessa incomum coloração já descoberto no país.

O cristal foi achado na mina de Orapa, situada no leste do país e considerada a exploração de diamantes mais extensa do mundo.

Em sua forma bruta, a gema pesa 41,11 quilates, mas, polida, ficou com um total de 20,46 quilates.

O diamante tem uma forma oval e foi batizado como "Okavango Blue", em homenagem a um das paisagens mais famosas do país: o Delta do Okavango.

"Desde o primeiro momento em que vimos o diamante, estava claro que tínhamos algo muito especial. Todo mundo que viu o diamante polido de 20 quilates ficou maravilhado por sua cor única", explicou Marcus ter Haar, diretor de operações da Okavango Diamond Company.

A pedra tem essa coloração devido à inclusão, em nível molecular, de um mineral pouco frequente, o boro, que estava nas rochas dos oceanos há entre 1 bilhao e 3 bilhões de anos, quando o diamante se formou.

"Só um punhado de diamantes azuis similares foram vistos no mercado na última década. Deles, o Okavango Blue é, por direito, o mais significativo", frisou Ter Haar

Botsuana é o segundo maior produtor de diamantes do mundo, atrás apenas da Rússia. EFE

PUBLICIDADE