PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones fecha em alta de 0,37%

24/05/2019 18h02

Nova York, 24 mai (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em alta de 0,37%, em uma semana negativa que melhorou levemente na sua última jornada depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comentou sobre uma possível proximidade da resolução da guerra comercial com a China.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 95,22 pontos e agora tem 25.585,69. Já o seletivo S&P 500 subiu 0,14%, até 2.826,06, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 0,11%, para 7.637,01 pontos.

Por setores econômicos, a grande maioria fechou com números verdes, liderados pelo financeiro (0,77%), o de materiais (0,50%) e o imobiliário (0,15%). Por sua vez, as únicas baixas foram registradas pelos setores de bens não essenciais (-0,40%) e de serviços públicos (-0,21%).

Os índices da Bolsa de Nova York se recuperaram ligeiramente das fortes perdas de ontem, depois que o presidente Donald Trump disse no final da noite de ontem que a atual guerra comercial com a China poderia terminar rapidamente, algo com o que os analistas não estão de acordo.

"Ainda acreditamos que os negociadores vão chegar a um acordo, mas claramente vai tomar muito mais tempo e será mais difícil do que os investidores pensaram há algumas semanas", disse à emissora "CNBC" Kate Warne, estrategista de investimentos da Edward Jones.

Os lucros da sexta-feira não foram suficientes para compensar as perdas desta semana. O Dow caiu 0,7% esta semana para chegar ao seu quinto descenso semanal consecutivo, sua sequência mais longa desde 2011.

Já o S&P 500 e o Nasdaq retrocederam pela terceira semana consecutiva e tiveram sua maior queda desde dezembro de 2018. As perdas semanais ocorrem em um momento em que os investidores estão cada vez mais convencidos de que a guerra comercial demorará mais que o esperado para terminar e pode prejudicar a economia.

Neste contexto, no grupo do Dow Jones, a maioria das empresas registrou lucros, lideradas pela Boeing (1,24%), diante das expectativas de que seu modelo 737 MAX, suspenso após dois acidentes, volte a voar em breve, após o vazamento de informações que indicam que a autoridade de aviação dos EUA será a primeira a suspender a proibição.

Outras altas destacadas da jornada foram das ações de Dow Inc. (1,01%), JP Morgan Chase (0,98%), American Express (0,91%) e Home Depot (0,83%), enquanto apenas seis empresas ficaram com números vermelhos, com destaque para as perdas de McDonald's (-0,60%), Nike (-0,58), Coca-Cola (-0,48%) e Apple (-0,38%).

Em outros mercados, a onça do ouro caía para US$ 1.284,10, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos avançava até 2,32%. EFE