IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Dow Jones fecha em baixa de 0,59% em meio a pessimismo com disputa comercial

20/09/2019 19h48

Nova York, 20 set (EFE).- Contagiado pelo pessimismo depois que uma delegação do governo da China, em visita aos Estados Unidos para debater o conflito comercial entre os dois países, cancelou a viagem que faria a algumas fazendas, o índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,59%, aos 26.935,07 pontos.

Já o indicador seletivo S&P 500 caiu 0,49%, para 2.992,07 pontos, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,80% e fechou aos 8.117,67.

O pregão havia sido aberto com os investidores mais otimistas quanto ao futuro das relações comerciais entre as duas potências, diante da notícia divulgada pela rede de televisão "Fox Business" de que Washington daria isenções tarifárias a 400 produtos chineses.

Entretanto, a Direção de Fazendas do estado de Montana informou mais tarde que representantes chineses que concluíam dois dias de preparações em Washington para as negociações comerciais programadas entre os dois países em outubro, tinham cancelado uma visita.

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou então que busca um "acordo comercial completo" com a China, que começou a comprar produtos agrícolas americanos, mas ressaltou que essa medida "não é suficiente".

Segundo analistas do mercado americano, esse cancelamento é visto como um sinal de que não há um acordo comercial próximo.

No Dow Jones, as quedas mais acentuadas foram das ações de Intel (-1,65%), Caterpillar (-1,51%), Home Depot (-1,51%), Apple (-1,46%), United Technologies (-1,43%), Boeing (-1,41%), Microsoft e Nike (-1,16%, ambas). As altas mais expressivas foram dos papéis de Merck (1,42%), Dow (1,20%) e Johnson & Johnson (1,18%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.523,80, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos caía para 1,721%. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia