PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones fecha praticamente estável

23/09/2019 19h35

Nova York, 23 set (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em leve alta de 0,06%, em meio a preocupações de analistas e investidores sobre o estado da economia mundial acentuadas após a divulgação de dados negativos sobre o setor manufatureiro na zona do euro.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 14,92 pontos e chegou a 26.949,99. O seletivo S&P 500 caiu 0,01%, para 2.991,78, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,06% e fechou aos 8.112,46.

A notícia de que a atividade manufatureira da Alemanha neste mês despencou para o nível mais baixo desde a crise econômica mundial de 2008, segundo dados da consultora IHS Markit, teve repercussão negativa em Wall Street, embora não tenha chegado a abalar o pregão.

Na zona do euro, o índice de gerentes de compras da indústria (PMI) chegou ao pior patamar nos últimos seis anos, caindo de 47 em agosto para 45,6 em setembro. Na Alemanha, a queda no mesmo período foi de 43,5 para 41,4, o nível mais baixo em mais de dez anos.

A bolsa nova-iorquina também vem sendo pelas contínuas tensões comerciais entre Estados Unidos e China, apesar de os dois países terem anunciado que tiveram reuniões "construtivas" na semana passada.

No Dow Jones, as altas mais expressivas hoje foram das ações de American Express (1,23%), Nike (1,17%), McDonald's (1,03%) e Procter & Gamble (0,80%). As quedas mais acentuadas foram dos papéis de United Health Group (-1,77%), Walgreens Boots Alliance (-1,24%), Pfizer (-1,23%) e Merck (-0,94%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.529,50, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos caía para 1,723%. EFE