PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Paraguai pretende selar acordo com Brasil no setor automotivo ainda em 2019

13/11/2019 18h40

Assunção, 13 nov (EFE).- O Paraguai pretende selar ainda neste ano um acordo com o Brasil no setor automotivo, como o que acaba de fechar com a Argentina, influenciado pelo acordo de livre-comércio entre União Europeia (UE) e Mercosul, disse à Agência Efe a ministra de Indústria e Comércio paraguaia, Liz Cramer.

"Temos bastante entusiasmo e vontade de que fecharemos antes do fim do ano (com o Brasil), é a meta. Não vou dizer uma data concreta porque isso seria impor pressão a nós mesmos", comentou a ministra após participar de um fórum de negócios da Câmara de Comércio Paraguai-Brasil.

De acordo com a ministra, não se trata de obstáculos, mas "pontos de negociação" eminentemente técnicos que estão sendo "polidos" pelos especialistas de ambos os países.

Parte dos assuntos a serem resolvidos se refere ao "livre-comércio de autopeças", setor tratado pela indústria paraguaia, e aos veículos "entre zonas", que terão um processo de isenção fiscal "em determinados períodos", explicou.

Cramer destacou que o acordo entre Mercosul e UE, fechado em junho após 20 anos de negociações e interrupções, é um fator que pode acelerar os processos de harmonização dentro do bloco sul-americano.

"Com este acordo bloco a bloco estamos nos obrigando a atualizar os acordos bilaterais que já existiam e a fechar os que não existiam", disse Cramer, referindo-se aos pactos de redução tarifária no setor automotivo que seu país administra.

Após um acordo assinado com a Argentina em outubro, o Paraguai terá acesso ao mercado automotivo do país em condições de livre-comércio.

O acordo dá uma base jurídica ao setor automotivo paraguaio, já que o país era o único membro do Mercosul (também formado por Uruguai e Brasil), que não possuía instrumentos internacionais com acesso preferencial ao setor. EFE

PUBLICIDADE