PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Maduro anuncia "recuperação" de fábrica de Goodyear fechada em 2018

23/01/2020 20h24

Caracas, 22 jan (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira a "recuperação" e o "reinício das atividades" em uma fábrica de pneus da fabricante americana Goodyear no estado de Carabobo, na região central do país, que parou de operar no fim de 2018.

"Tomei um conjunto de medidas após proposta do governador (Rafael) Lacava para a recuperação e o reinício das atividades produtivas da empresa Goodyear da Venezuela", disse Maduro em evento transmitido em rede nacional de televisão pela estatal "VTV".

A Goodyear na Venezuela anunciou em dezembro de 2018 aos quase 1,2 mil funcionários que se via forçada a encerrar as operações e fechar a única fábrica que possuía no país.

Em comunicado, a empresa americana afirmou que ninguém estava autorizado a produzir qualquer das marcas pertencentes a ela na Venezuela.

Na época, a Goodyear produzia entre 1,5 mil e 1,9 mil pneus por dia, apesar de a fábrica ter capacidade para 10,5 mil.

Hoje, o tenente coronel Antonio Pérez Suárez, responsável do governo pela fábrica, disse ao lado de Maduro que estão sendo produzidos 15 mil pneus mensalmente, cerca de 500 ao dia.

O militar também disse que a empresa americana desistiu de operar na Venezuela para "causar dano aos trabalhadores e ao país".

"No início de 2020 devemos dar um salto para 30 mil pneus mensais e, no segundo semestre, teremos uma produção de 60 mil pneus mensais", completou o tenente coronel.

País com as maiores reservas de petróleo do mundo, a Venezuela enfrenta uma grave crise econômica que também afeta a indústria automotiva.

A Fedecámaras, principal sindicato patronal do país, afirmou que nos últimos 20 anos de governo chavista mais de 1.000 empresas de todos os setores fecharam as portas na Venezuela.

Economia