PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Itália proíbe medicamento anunciado como "único eficaz" contra o coronavírus

18/03/2020 18h33

Roma, 18 mar (EFE).- O governo da Itália proibiu nesta quarta-feira a comercialização de um medicamento anunciado como o único que seria eficaz para combater o novo coronavírus e que custava 634,44 euros (R$ 3,5 mil).

O órgão antimonopólio do país divulgou que além de impedir a venda do chamado "Genérico Kaletra", ainda iniciou um processo para punir os responsáveis pelo site em que o remédio podia ser encontrado. A página foi retirada do ar.

De acordo com o anúncio, o produto continha os princípios ativos de um antiviral para o tratamento do HIV e era tratado como o único eficaz para combater o novo coronavírus, embora não exista qualquer cura oficial e reconhecida para o patógeno.

O órgão antimonopólio considerou que a comercialização era feita de forma "enganosa e agressiva". Além disso, apontava que os responsáveis pelo site buscavam se aproveitar do desespero da população diante da crise sanitária na Itália.

O país, até o último balanço, registrou 31.506 infectados, além de 2.504 mortos.