PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Lufthansa mantém apenas 5% de seus voos até 19 de abril

Avião da Lufthansa decolando - Divulgação
Avião da Lufthansa decolando Imagem: Divulgação

19/03/2020 20h13

Frankfurt (Alemanha), 19 mar (EFE) — O grupo de companhias aéreas da Lufthansa mantém apenas 5% de seus voos regulares até 19 de abril, devido ao novo coronavírus e à queda na demanda, embora suas companhias aéreas ofereçam voos especiais para repatriar cidadãos.

A Lufthansa informou nesta quinta-feira que temporariamente ficará em terra 700 das 763 aeronaves do grupo.

Para repatriar o maior número possível de pessoas para seus países, as companhias aéreas do grupo Lufthansa oferecerão voos especiais em todo o mundo.

O presidente do grupo Lufthansa, Carsten Spohr, disse hoje ao apresentar os resultado que "a disseminação do coronavírus levou a economia mundial e nossa empresa a um estado de emergência até então desconhecido".

Spohr enfatizou que, no momento, ninguém pode ver as consequências dessa situação extraordinária que os obriga a aplicar medidas dolorosas e drásticas.

O Grupo Lufthansa tem implementado capacidades adicionais para transportar mercadorias para que as cadeias de abastecimento de muitas empresas não entrem em colapso.

"Quanto mais tempo durar esta crise, mais provável é que o futuro do transporte aéreo não possa ser garantido sem ajuda estatal", advertiu Spohr.