PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Cepal alerta para possível queda de até 8% no PIB da América Latina

Órgão alertou para queda brusca do PIB na América Latina e no Caribe -                                 MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL
Órgão alertou para queda brusca do PIB na América Latina e no Caribe Imagem: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

Da EFE, na Cidade do México (México)

16/06/2020 00h04

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) alertou hoje que a região pode registrar queda no Produto Interno Bruto de até 8%, por causa da pandemia da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

"Teremos a pior recessão econômica do último século e, possivelmente, a mais forte de toda história. Vamos cair entre 5,3% e 7%, e talvez cheguemos a 8%. É uma contração que jamais tínhamos visto", disse a secretária-executiva da Cepal, Alicia Bárcena.

A dirigente ainda fez um alerta sobre a pobreza na América Latina, que pode ter aumento em 30 milhões de pessoas.

"Vamos ter um total de 215 milhões de pobres. Destes, 83 milhões serão pobres extremos. Serão 16 milhões a mais em extrema pobreza", lamentou Bárcena.

Para a secretária-geral da Cepal, a grande preocupação é que este grupo não tenha condições de cobrir as necessidades alimentares básicas, o que pode gerar uma grave crise em toda a região.

Além disso, Bárcena destacou a necessidade de facilitar formas de auxílios a pequenas e médias empresas, para que se cubram os custos de mão de obras.

"Não podemos romper toda a cadeira produtiva da região", alertou.

A representante da Cepal lembrou que a pandemia da covid-19 atingiu uma América Latina muito fragilizada, por causa da vulnerabilidade dos serviços de saúde. Bárcena, inclusive, lembrou que é preciso combater outras doenças, além da causada pelo novo coronavírus.

"Não podemos descuidar de enfermidades que estão bem diante de nós", afirmou.