PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Pfizer e BioNTech registram 90% de eficácia em vacina contra Covid-19

09/11/2020 13h31

Madri, 9 nov (EFE).- A farmacêutica Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech anunciaram nesta segunda-feira que a vacina contra a Covid-19 desenvolvida por ambas apresentou uma eficácia superior a 90% nos participantes sem evidências anteriores de infecção.

Este nível de eficácia foi alcançado sete dias após a aplicação da segunda dose, ou seja, 28 dias depois do início da vacinação, que tem duas doses. Em comunicado, as empresas afirmam que a eficácia final pode variar conforme avança o estudo.

De acordo com as empresas, nesta terceira fase de estudos não foi reportado nenhum problema de segurança, motivo pelo qual o órgão independente que supervisiona os testes já recomendou a coleta de informações adicionais, que serão analisadas com órgãos reguladores.

A terceira fase começou no dia 27 de julho e envolveu 43.538 participantes até o momento, dos quais 38.955 receberam a segunda dose no dia 8 de novembro.

Pfizer e BioNTech continuam a acumular dados sobre a segurança e a eficácia da vacina, e esperam produzir 50 milhões de doses neste ano e 1,3 bilhão de doses em 2021.

O presidente e diretor executivo da Pfizer, Albert Bourla, afirmou em comunicado que "hoje é um grande dia para a ciência e a humanidade", e comemorou que, com estes resultados, o mundo está "um passo mais próximo" avançar na solução da atual crise.

O cofundador e diretor executivo da BioNTech, Ugur Sahin, considerou o feito uma "vitória para a inovação, a cieência e o esforço colaborativo global".