PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

China suspende por uma semana importação de carne congelada do Brasil

Foram encontrados vestígios do novo coronavírus em pacotes congelados - iStock
Foram encontrados vestígios do novo coronavírus em pacotes congelados Imagem: iStock

11/12/2020 18h07

A Administração Geral de Aduanas da China anunciou hoje a suspensão por uma semana das importações de carne congelada de Brasil e Argentina, após a detecção do novo coronavírus na embalagens dos produtos.

O órgão afirmou que a medida afeta as empresas brasileiras Naturafrig Alimentos e Plena Alimentos, depois de terem sido encontrados vestígios do patógeno em pacotes congelados de vitela desossada.

Além disso, também foi suspensa por sete dias a compra junto a argentina Frigorífico Alberdi, exatamente, pelo mesmo motivo.

Nos últimos meses, na China, foram identificados vestígios de coronavírus em várias embalagens de produtos congelados provenientes de diferentes países latino-americanos, o que levou o governo chinês a reforçar a regulamentação sobre a importação de alimentos.

Os lotes contaminados, na maioria das vezes, eram pacotes que continham camarões, peixes, carne bovina ou suína.

As autoridades chinesas apontam que os bens alimentícios refrigerados, especialmente, carnes e pescados, estão sendo os principais causadores de novos surtos no país, uma vez que os contágios locais estão controlados.

Nesta quinta-feira, a Comissão Nacional de Saúde da China informou a detecção de 15 casos do novo coronavírus, sendo que seis eram de infecções locais, quatro na província de Sichan, onde estão acontecendo testes em massa na capital, Chengdu.

Atualmente, existem 292 casos ativos de infecção pelo patógeno, segundo as autoridades locais, sendo que cinco pessoas estão em estado grave por causa da Covid-19.