PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Powell diz que início da vacinação nos EUA é "muito positivo" para a economia

17/12/2020 01h52

Washington, 16 dez (EFE).- O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, afirmou nesta quarta-feira que o início da vacinação contra a covid-19 nos EUA é "muito positivo" para a economia do país, embora o aumento de casos seja "particularmente preocupante".

"As notícias sobre a vacina são muito positivas, mas o aumento de casos de covid-19 é particularmente preocupante", comentou Powell em entrevista coletiva depois da reunião de dois dias do Comitê federal de Mercado Aberto do Fed.

Ao comentar sobre a pandemia, Powell disse que o respeito ao distanciamento social e ao uso de máscaras "ajudará a economia a voltar à plena força".

"É improvável que ocorra uma recuperação econômica total até que as pessoas saibam que é seguro participar de uma ampla gama de atividades", acrescentou.

Os governadores do Fed anteciparam nesta quarta-feira que o produtor interno bruto (PIB) dos EUA cairá menos em 2020 do que o previsto em setembro, e que crescerá mais em 2021 e 2022.

A atual previsão é que a atividade econômica sofra uma contração de 2,4% em 2020. Em setembro, era prevista uma queda de 3,7%. Além disso, o Fed acredita que o PIB americano crescerá 4,2% e 3,2% em 2021 e 2022, respectivamente, uma revisão altista de 0,2 ponto percentual em ambos os casos em relação às previsões de três meses atrás.

Na análise da situação econômica, o Fed explicou que a queda da demanda e dos preços do petróleo frearam a inflação, enquanto as condições financeiras gerais "continuam snedo acomodatícias, refletindo em parte as medidas para apoiar a economia e o fluxo de crédito para famílias e empresas americanas".

Sobre o emprego, o Fed prevê que a taxa de desemprego cairá mais em 2021 do que havia antecipado, até 5%. A estimativa anterior era de 5,5%.