PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

López Obrador não descarta nova crise econômica no México

18/03/2021 16h56

Cidade do México, 18 mar (EFE).- O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que a economia vai "muito bem", embora tenha pedido "prudência", pois não descarta uma nova crise econômica causada por fatores externos.

"Não devido às nossas questões, mas por questões externas, não estamos isentos da possibilidade de uma nova crise econômica. Temos que estar preparados", frisou o presidente, durante entrevista coletiva no Palácio Nacional.

Como resultado da pandemia da Covid-19, a economia mexicana sofreu um colapso histórico de 8,2%, devido a uma maior contração desde a Grande Depressão.

López Obrador, do partido Movimento Nacional de Regeneração (Morena), disse que "estamos indo muito bem na parte econômica", que os empregos estão "se recuperando" e que "a economia está crescendo".

Ele estava convencido de que o México alcançará em breve a "normalidade", mas pediu para "permanecer vigilante" e não agir com "atitudes triunfantes".

"Não quero avançar nada, mas não devemos estar confiantes. Agir sempre com cautela para evitar que nosso povo sofra na crise, que continue a ficar mais pobre", alertou.

Por esta razão, defendeu que o governo deve "manter as finanças saudáveis e não gastar mais do que tem em rendimentos".

Essas advertências contrastam com o habitual discurso otimista do presidente sobre a economia mexicana.

Ainda na sexta-feira passada, durante o encerramento da 84ª Convenção Bancária da Associação de Bancos do México (ABM), López Obrador estimou que o Produto Interno Bruto (PIB) do país encerrará 2021 com um crescimento de 5%.

PUBLICIDADE