PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Argentina bate recorde de faturamento com exportação de grãos

01/08/2022 22h33

Buenos Aires, 1 ago (EFE).- O valor das exportações de grãos, oleaginosas e derivados liquidadas no conjunto dos primeiros sete meses de 2022 foi de US$ 22,3 bilhões, um recorde histórico e um aumento de 10% em relação ao mesmo período no ano passado, segundo um relatório divulgado nesta segunda-feira pela Câmara da Indústria de Oleaginosas da República Argentina (Ciara) e pelo Centro de Exportadores de Grãos (CEC).

O setor de oleaginosas, incluindo o biodiesel e seus derivados, representa quase metade das exportações totais da Argentina, que é um dos maiores produtores e exportadores de grãos e derivados do mundo.

Por outro lado, se considerada apenas a variação entre julho e o mesmo mês em 2021, a entrada de moeda estrangeira na Argentina por meio da exportação de grãos, oleaginosas e derivados totalizou US$ 3,16 bilhões, o que representa uma queda de 10%. Na comparação com junho de 2022, também houve queda (17%).

A liquidação das exportações agrícolas esteve no olho da tempestade na política local nas últimas semanas, depois que o presidente argentino, Alberto Fernández, acusou agricultores de reter colheitas em seus campos e não vendê-la para esperar uma melhor taxa de câmbio.

Em 26 de julho, o Banco Central criou um regime especial para incentivar a venda de soja retida a um câmbio mais conveniente, uma medida cuja eficácia ainda está em avaliação.

Os produtores rurais ainda possuem US$ 13 bilhões em grãos colhidos e não vendidos, de acordo com fontes oficiais. EFE