Bolsas

Câmbio

Reforma da Previdência

Meirelles: reforma atual pode tornar desnecessária outra reforma por décadas

Mariana Sallowicz e Vinicius Neder

Rio

  • Evaristo Sá/AFP Photo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (12) que a reforma da Previdência, se aprovada nos termos atuais, pode tornar desnecessária uma nova reforma por décadas.

"Vai depender da evolução demográfica e do restante da evolução da situação fiscal e do crescimento do Brasil. Quando maior o crescimento, menor o peso da Previdência no Orçamento da União", afirmou em coletiva de imprensa após participar de evento no Rio.

Segundo o ministro, a reforma como está hoje representa uma economia fiscal de cerca de 75% do previsto no texto original. "O projeto original trazia R$ 800 bilhões em dez anos, esse número ficou um pouco acima de R$ 600 bilhões e está dentro das nossas expectativas", disse em evento no Rio.

"Esperamos que seja votada na Câmara ainda no mês de maio e, em seguida, no Senado. Se for votada em junho ou agosto, do ponto de vista da Previdência, o efeito não é grande porque a reforma é por décadas. Não são alguns meses que vão fazer a diferença", afirmou.

Meirelles destacou que a aprovação neste ano é importante para a recuperação do nível de confiança na economia brasileira e recuperação da atividade. "Quanto mais cedo, melhor."

Em discurso para empresários, o ministro afirmou ainda que a reforma da Previdência é fundamental para que o teto dos gastos seja sustentável. Meirelles defendeu que o texto atual traz uma proposta gradual de mudança. "É uma transição porque estamos fazendo com tempo suficiente", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos