Bolsas

Câmbio

EPE discutirá ajuste fino de leilões de energia com MME nas próximas semanas

Daniela Amorim e Mariana Sallowicz

Rio

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Augusto Nóbrega Barroso, afirma que discutirá um ajuste fino dos leilões de energia com o Ministério de Minas e Energia (MME) nas próximas semanas. A intenção é viabilizar novos leilões de energia no segundo semestre, conforme a demanda do setor.

"Estamos num processo de ajuste fino de qual o melhor desenho dos leilões para as fontes e para o sistema elétrico como um todo", afirmou a jornalistas após participar de painel no 14º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), no Rio.

Sobre o prazo desse processo, disse que o ministério é quem comanda. "Mas acredito que não vamos esperar meses e meses. O timing para isso é de algumas semanas", acrescentou.

Barroso afirmou que a intenção é "organizar a casa no primeiro semestre". Já no segundo semestre se daria a "retomada de leilões de uma forma sustentável. "Temos vontade de organizar processos que garantam às distribuidoras a compra de energia", disse.

Segundo ele, seria muito interessante realizar neste ano um megaleilão de energia existente. "Seria para pré-contratar a energia existente visando a valorização dos ativos. Hoje vivemos uma situação similar a de 2004, quando houve megaleilão com produtos escalonados para equacionar a energia existente", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos