Demanda por transporte aéreo doméstico sobe 2,7% em abril, diz Anac

Victor Aguiar

São Paulo

A demanda por transporte aéreo doméstico de passageiros aumentou 2,7% em abril de 2017 na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou hoje a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Este é o segundo resultado positivo seguido do indicador.

A oferta por transporte aéreo doméstico também cresceu pelo segundo mês seguido, avançando 1,5% na mesma base de comparação. Com a demanda crescendo num ritmo mais elevado que a oferta, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos operados por empresas brasileiras cresceu 1 ponto porcentual (p.p.) em abril na base anual, passando de 79,1% para 80,1%.

A Gol liderou o mercado doméstico em no mês passado, com uma participação de mercado, medida pelo indicador de demanda RPK (número de passageiros por quilômetro voado), de 35,1%, acima dos 32,9% de sua principal concorrente, a Latam. A Azul ficou em terceiro lugar, com 18,8% do market share, enquanto a Avianca Brasil registrou 12,7% de participação.

Passageiros e carga

As empresas aéreas nacionais transportaram um total de 6,895 milhões de passageiros pagos no mercado doméstico em abril, alta de 1% em relação ao mesmo mês de 2016. Já a carga paga transportada no mercado doméstico foi de 30,089 mil toneladas no quarto mês do ano, uma retração de 13,2% na base anual.

Consolidado

No primeiro quadrimestre de 2017, a demanda doméstica acumula alta de 0,1% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta doméstica recua 1,2% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos chegou a 80,8% nos primeiros quatro meses desse ano, índice 1,1 p.p. superior ao mesmo intervalo do ano passado.

Ao todo, foram transportados 29,471 milhões de passageiros no segmento doméstico entre janeiro e abril de 2017, montante 1,8% inferior ao verificado nos primeiros quatro meses de 2016. A carga transportada, por sua vez, soma 124,3 mil toneladas, uma queda de 4,8% na mesma base de comparação.

Demanda internacional

As companhias aéreas brasileiras registraram, em abril deste ano, um avanço de 17,1% na demanda por transporte internacional de passageiros em relação ao mesmo mês de 2016, informou a Anac. Já a oferta internacional aumentou 12,1% na mesma base de comparação.

Com a demanda crescendo num ritmo mais elevado do que a oferta, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras aumentou, chegando a 84,9% em abril, índice 3,6 pontos porcentuais (p.p.) maior do que o verificado no quarto mês de 2016.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado internacional em abril deste ano atingiu 637,5 mil - na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o indicador apresentou alta de 18,1%.

O mercado de voos internacionais operado por empresas brasileiras é atendido basicamente por Latam, Gol e Azul, sendo que, em abril, a Latam respondeu pela maior fatia, de 77,4%. A Gol e a Azul, por sua vez, ficaram empatadas no segundo lugar, com 11,2% cada uma. A Avianca Brasil respondeu por apenas 0,1% do mercado internacional.

Consolidado

Nos quatro primeiros meses do ano, a demanda internacional acumula alta de 10,9% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta doméstica aumentou 5,7% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos chegou a 85,4% no primeiro quadrimestre desse ano, índice 4,1 p.p. superior ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram transportados 2,761 milhões de passageiros no segmento internacional entre janeiro e abril, montante 11,5% superior ao verificado nos primeiros quatro meses de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos