Ouro fecha no menor nível em três semanas após alta de juros do Fed

Nova York

Os preços futuros de ouro fecharam em queda robusta nesta quinta-feira, pressionados pela alta de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), que também expressou confiança na estabilidade da economia norte-americana.

Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato para agosto caiu 1,67%, a US$ 1.254,60 por onça-troy, o menor patamar desde 24 de maio, de acordo com dados da FactSet.

A recente leva de dados norte-americanos sinalizando fragilidade na economia e na alta dos preços levou muitos analistas a esperar uma postura mais "dovish" do Fed no comunicado de ontem. Apesar de incluir esses desenvolvimentos em suas projeções atualizadas - a previsão para a inflação no fim de 2017 caiu de 1,9% para 1,7% -, o Fed decidiu mesmo assim elevar os juros, confiando que um mercado de trabalho bastante aquecido possa se traduzir, nos próximos meses, em pressões sobre os salários.

Além de sinalizar mais um aperto monetário este ano, o BC dos EUA também deu detalhes de como planeja reduzir seu balanço.

"O mercado estava esperando algo menos impactante", admitiu Tai Wong, diretor de metais da BMO Capital Markets. "A visão do Fed é que a economia está em um bom momento e que é preciso seguir com a normalização". Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos