Bolsas

Câmbio

IPC-Fipe sobe 0,05% em junho, após registrar deflação de 0,05% em maio

Mateus Fagundes

São Paulo

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, avançou 0,05% em junho, após deflação de 0,05% em maio, segundo dados publicados há pouco pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado ficou dentro do intervalo de 11 estimativas colhidas pelo Projeções Broadcast, que iam de zero a alta de 0,12%, porém veio levemente abaixo da mediana, que era de 0,06%.

De janeiro a junho, o IPC-Fipe acumulou inflação de 0,99%. Em 12 meses até junho, a taxa foi de 2,47%.

Na última quadrissemana do mês, tiveram variação positiva os grupos Habitação (0,85% para 0,88%), Despesas Pessoas (0,06% para 0,25%), Saúde (ainda que tenha desacelerado de 0,16% para 0,04%) e Educação (desacelerou de 0,20% para 0,14%).

Por outro lado, o grupo Alimentação acelerou ainda mais a queda de 0,82% na terceira quadrissemana para -0,83% na quarta. O conjunto de preços de Transportes também apresentou recuo, de 0,33%, na comparação com a baixa de 0,27% na terceira quadrissemana do mês. Por fim, o grupo Vestuário caiu ainda mais, passando de deflação de 0,04% para queda de 0,16%.

Veja abaixo como ficaram os itens que compõem o IPC-Fipe na quarta quadrissemana de junho:

- Habitação: 0,88%

- Alimentação: -0,83%

- Transportes: -0,33%

- Despesas Pessoais: 0,25%

- Saúde: 0,04%

- Vestuário: -0,16%

- Educação: 0,14%

- Índice Geral: 0,05%

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos