PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Votação da autonomia do BC ficará para depois de 1º de maio, diz relator

Igor Gadelha

Brasília

24/04/2018 13h58

Relator do projeto de autonomia do Banco Central na Câmara, o deputado Celso Maldaner (MDB-SC) informou nesta terça-feira, 24, ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) que a matéria só será votada no plenário da Casa após o feriado do Dia do Trabalho, comemorado na próxima terça-feira, 1º de maio. Ele afirmou que só apresentará o substitutivo com o texto negociado entre o Legislativo e o governo depois do feriado.

Nesta terça-feira, o líder do PR na Câmara, deputado José Rocha (BA), anunciou que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), prometeu pôr em votação ainda nesta terça no plenário apenas os requerimentos para tramitação em regime de urgência dos projetos de autonomia do BC e do que regulamenta o registro eletrônico de duplicatas.

Rocha afirmou que há acordo na base aliada para votação da urgência dessas matérias. O acordo foi fechado durante reuniões ao longo da manhã desta terça-feira na residência oficial da Presidência da Câmara, das quais participaram líderes de partidos aliados e ministros como Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn.