Bolsas

Câmbio

Culpa da crise é só da Petrobras, afirma presidente-executivo da Abiquim

Dayanne Sousa

O presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria Química(Abiquim), Fernando Figueiredo, culpou a Petrobras pela crise gerada com a paralisação de caminhoneiros no final de maio. Para ele, a petroleira fez uma "demonstração de capitalismo selvagem" ao implementar reajustes diários no preço dos combustíveis.

Figueiredo participa de coletiva de imprensa ao lado de outras entidades como o Instituto Aço Brasil e Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). O objetivo das entidades é apontar os prejuízos a serem gerados na indústria em função da greve e de mudanças na tributação implementadas para compensar o subsídio ao preço do diesel.

"A greve foi justa. Eu tenho certeza que, se alguém mexesse na renda de vocês da mesma forma que a política insana de preços da Petrobras mexeu com preços de combustíveis, vocês fariam greve", disse Figueiredo a jornalistas. "A culpa é exclusivamente da Petrobras, que não construiu refinarias que precisavam ser construídas e nos tornou dependentes da importação de combustíveis", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos