PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

PF deflagra operação contra grupo que fraudava o PIS

Fausto Macedo e Julia Affonso

São Paulo

22/08/2018 08h00

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (22) a Operação Golpes Master. A ação mira uma quadrilha voltada para a obtenção fraudulenta do abono salarial/PIS em agências da Caixa Econômica Federal.

Em nota, a PF informou que são cumpridos oito mandados de busca e apreensão em residências em São Paulo com objetivo de colher provas e documentos utilizados pelo esquema. A ação da PF conta com 60 policiais.

Leia também:

A investigação realizada pela Delegacia de Polícia Federal de Cruzeiro (SP), iniciada quatro meses atrás com a prisão de um dos integrantes do grupo criminoso que, após cruzamento das informações obtidas e comparações de imagens captadas pelas câmeras de vigilância das agências bancárias, tornou possível a identificação de vários autores.

"O esquema criminoso era o de obter informações privilegiadas de pessoas que tinham direito ao abono salarial atinente ao PIS e, com o uso de documento falso (normalmente a carteira de identidade), realizava diversos saques em agências espalhadas pelo Estado de São Paulo", afirma a nota.

Nesta primeira fase da operação foi possível identificar 88 saques fraudulentos que, calcula-se aproximadamente, gerou um prejuízo para os cofres públicos de mais de R$ 80 mil.

Golpes Master

O PIS (Programa de Integração Social) é um programa do governo federal voltado para o financiamento do pagamento do seguro-desemprego, abono salarial e participação na receita dos órgãos e entidades. O abono salarial é pago anualmente, no valor máximo de um salário mínimo, para pessoas cadastradas no referido programa há mais de cinco anos, que tenham tido uma remuneração média no ano anterior até dois salários mínimos, dentre outros requisitos.

O nome da operação se deu em virtude de que a quadrilha havia formado uma empresa fictícia denominada Golpes Master e, com frequência, postava pelas redes sociais fotos do dinheiro obtido com as fraudes praticadas.

Como cobrar dívida de um amigo

UOL Notícias