ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

'Seu Dinheiro', site de investimentos, estreia amanhã

Redação

São Paulo

23/09/2018 08h59

A Estadão Ventures - braço de investimento em novos negócios do Grupo Estado - e a Acta, sócia da empresa de publicações financeiras Empiricus e de sites como Antagonista e Inversa, lançam amanhã, 24, o site 'Seu Dinheiro', que terá conteúdo aberto e voltado a investidores pessoa física. A meta do novo site é fornecer informações para que os investidores possam tomar melhores decisões sobre como aplicar seus recursos.

O novo site não terá relação societária com o Estadão, que continua a ser gerido por uma empresa distinta, a S/A O Estado de S. Paulo. A Estadão Ventures é uma companhia criada para novos negócios pelo Grupo Estado. Nos últimos anos, a holding tem apostado em empreendimentos fora de sua atividade principal. O grupo é sócio de projetos como o aplicativo de busca de imóveis Moving e a seguradora online Genial Seguros.

Além dos materiais produzidos por sua própria equipe de jornalistas, o Seu Dinheiro trará conteúdos selecionados do Estadão Conteúdo, que distribui reportagens produzidas pelas diversas plataformas do Grupo Estado.

"O Grupo Estado acredita que existem oportunidades significativas para se explorar conteúdo jornalístico no mundo digital, e a plataforma Seu Dinheiro é um exemplo", diz Roberto Crissiuma Mesquita, presidente do conselho de administração do Grupo Estado.

Como sócia da operação, com 45%, a Estadão Ventures terá direito a duas cadeiras no conselho de administração da nova companhia e participará do Comitê Editorial responsável pela qualidade do conteúdo jornalístico do novo produto. A Acta também terá 45% das ações, enquanto os 10% restantes serão distribuídos aos principais executivos da operação. A receita do site virá da venda de publicidade, além de assinaturas de produtos digitais.

Diálogo

Segundo a CEO do Seu Dinheiro, Olivia Alonso, o objetivo do site é atender os investidores que já tenham certa experiência em diversificar seu portfólio, mas que não estejam satisfeitos com as orientações que vêm recebendo.

Com textos opinativos e assinados, o Seu Dinheiro tentará ajudar seus leitores a tomarem decisões de investimento, dando a eles subsídios para questionar recomendações de gestores de fundos e gerentes de banco.

"As recomendações serão completamente independentes, e os jornalistas darão sua opinião sobre as opções de investimento", explica Olivia. "Da mesma forma que o Inversa e a Empiricus, o interlocutor vai se posicionar sobre investimentos que são inteligentes."

Como o objetivo é dar acesso a opções mais sofisticadas, o Seu Dinheiro não trará cobertura de temas básicos de finanças pessoais, como endividamento, crédito, poupança e economia doméstica.

O Seu Dinheiro também nascerá com newsletters próprias, seguindo de perto uma estratégia da Empiricus. A ideia é que cada um dos sete jornalistas do site forme uma conexão com determinados leitores - sempre dirigindo-se diretamente a eles.

As newsletters do site serão gratuitas, mas o objetivo é lançar alguns produtos que cobrem assinatura já no curto prazo, incluindo uma revista digital. "A ideia é criar conexões, gerar laços pessoais com os leitores", explica a executiva.

O objetivo é que, em vez de seguir o Seu Dinheiro, o investidor identifique, entre os diferentes profissionais do site, aquele que mais se aproxima de seu estilo de portfólio. "Pode ser que tenhamos um jornalista que adore criptomoedas e outro que as odeie", exemplifica a CEO. Ela ressalta que os jornalistas da plataforma se comprometem a não investir em ações, para preservar a independência das recomendações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais Economia