PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Mão de obra e materiais de construção aceleram inflação do setor no IGP-10

Daniela Amorim

Rio

17/10/2018 12h09

Tanto os custos com a mão de obra quanto os de materiais de construção pressionaram a inflação do setor dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de outubro, divulgado nesta quarta-feira, 17, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-10) subiu 0,31% em outubro após uma elevação de 0,16% em setembro. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços teve um aumento de 0,52% em outubro, ante um avanço de 0,36% no mês anterior.

Já o índice que representa o custo da Mão de Obra cresceu 0,12% em outubro depois de ter ficado estável (0,00%) em setembro.

Entre os itens que pressionaram o INCC-10 em outubro estão elevador (1,20%), tubos e conexões de ferro e aço (2,07%), vergalhões e arames de aço ao carbono (0,90%), condutores elétricos (2,38%) e aluguel de máquinas e equipamentos (1,06%).

Na direção oposta, ajudaram a conter o índice os itens cimento Portland comum (-0,65%), argamassa (-0,22%), refeição pronta no local de trabalho (-0,11%), pedra britada (-0,38%) e portas e janelas de madeira (-0,14%).