PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

BC prorroga por 90 dias prazo para conclusão de inquérito na Gradual

Fabrício de Castro

Brasília

14/12/2018 12h52

O Banco Central prorrogou nesta sexta-feira, 14, por 90 dias, por meio do Ato de Diretor nº 646, o prazo para conclusão do inquérito instaurado na Gradual Corretora de Câmbio. O novo prazo passa a contar em 26 de dezembro.

Com sede em São Paulo, a Gradual teve a liquidação extrajudicial decretada em 22 de maio deste ano pelo BC, por "graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade da Gradual CCTVM, o comprometimento de sua situação econômico-financeira, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal seus credores".

Na época, o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou que a liquidação havia ocorrido em função de operações irregulares na área de câmbio. A corretora havia vendido US$ 20 milhões, em um período de um ano, sem observar as regras de identificação de clientes.

Também havia irregularidades quanto às regras contra a lavagem de dinheiro. A Gradual deixou de comunicar ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) movimentações atípicas.

O Ato de Diretor nº 646 foi assinado pelo diretor de Organização do Sistema Financeiro do BC, Sidnei Corrêa Marques.