PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

China libera US$ 37 bi em liquidez com corte de compulsório direcionado

Pequim

25/01/2019 08h42

O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) liberou 250 bilhões de yuans (cerca de US$ 37 bilhões) em liquidez nesta sexta-feira, ao reduzir os depósitos compulsórios exigidos de alguns bancos que concederam empréstimos a pequenas empresas.

No ano passado, o PBoC criou um mecanismo anual de corte direcionado de compulsórios para incentivar mais empréstimos bancários a pequenas empresas. Bancos qualificados que tenham concedido crédito substancial a essas empresas podem obter uma redução de até 1,5 ponto porcentual nos compulsórios.

No começo de janeiro, o PBoC afrouxou um pouco mais sua política, ao permitir que mais empresas fossem classificadas como pequenas, fazendo assim com que um número maior de bancos chineses se qualificasse para compulsórios menores.

Em comunicado, o PBoC disse que mais bancos se qualificarão para o corte em 2019, mas não forneceu mais detalhes.

Considerando-se todos os cortes de compulsórios e uma injeção de 257,5 bilhões de yuans feita por meio da linha de crédito de médio prazo, o resultado líquido de injeções de longo prazo em janeiro chega a 800 bilhões de yuans. Fonte: Dow Jones Newswires.