IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Reforma da Previdência e aumento do desemprego movimentam Twitter

Gregory Prudenciano

São Paulo

29/03/2019 14h56

Em uma semana em que o noticiário político mexeu com paixões e motivou debates acalorados nas redes sociais, os comentários desta sexta-feira, 29, no Twitter brasileiro refletem a pacificação recente entre Executivo e Legislativo. Dos dez assuntos mais comentados do Twitter, somente dois dizem respeito à conjuntura política e econômica do País.

Um "tuitaço" promovido por apoiadores da reforma da Previdência colocou a hashtag #BrasilQuerReforma em primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do dia. Entre os parlamentares mais engajados na defesa da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) estão os deputados federais pelo Novo Vinicius Poit (SP), Alexis Fonteyne (SP) e Gilson Marques (SC).

"A reforma da Previdência não é para os jovens apenas. É para o Brasil. O #BrasilQuerReforma porque assim pode ter uma estrutura fiscal mais estável que pode nos levar a juros mais baixos e crescimento sustentável!", escreveu Poit, que era na quinta-feira, 28, um dos mais cotados para assumir a relatoria da reforma da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) - o cargo ficou com deputado Marcelo Freitas (PSL-MG).

A divulgação da Pnad Contínua na manhã desta sexta tornou a sigla do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)> uma das expressões mais publicadas do dia. O dado que mais tem movimentado os usuários diz respeito ao crescimento da taxa de desocupação, que passou de 11,6% no trimestre que compreende os meses de setembro a novembro de 2018 para 12,4% no trimestre encerrado em fevereiro último. Desocupados são agora 13,1 milhões de brasileiros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia