IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Sincopetro-SP: Postos mantêm preços da gasolina e diesel inalterados em São Paulo

Segundo o sindicato patronal, preços subirão apenas se Petrobras reajustar sua tabela nas refinarias e se as distribuidoras repassarem o aumento - Petros Karadjias/AP Photo
Segundo o sindicato patronal, preços subirão apenas se Petrobras reajustar sua tabela nas refinarias e se as distribuidoras repassarem o aumento Imagem: Petros Karadjias/AP Photo

Fernanda Nunes

Rio

17/09/2019 16h52

Representante dos postos de revenda de combustíveis do Estado de São Paulo, José Alberto Gouveia, presidente do Sincopetro-SP, disse que os preços da gasolina e do óleo diesel vão subir apenas se a Petrobras reajustar sua tabela nas refinarias e se as distribuidoras repassarem o aumento. "Até o momento, está tudo como estava", complementou.

Ele negou que a simples notícia de alta do petróleo no mercado internacional seja capaz de influenciar as vendas no País. Para comprovar que não houve oportunismo por parte de alguns postos nos últimos dias, em função da alta da commodity no mercado internacional, 16 funcionários do Sincopetro-SP percorreram ruas da cidade de São Paulo para ver se algum revendedor tinha reajustado seus valores. E, segundo Gouveia, não foi constatado alta de preços.

Ele argumenta ainda que a maior parte da venda dos postos, 65%, está concentrada no etanol e não na gasolina e no diesel. Portanto, a receita da revenda também está concentrada no combustível. Se os derivados de petróleo ficarem mais caros nos próximos dias, o esperado é que o comércio de etanol cresça ainda mais, afirmou.

Mais Economia