IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Agência de classificação de risco rebaixa nota da Bolívia

Manifestantes com bandeiras da Bolívia bloqueiam via em La Paz - Kai Pfaffenbach/Reuters
Manifestantes com bandeiras da Bolívia bloqueiam via em La Paz Imagem: Kai Pfaffenbach/Reuters

Iander Porcella

São Paulo

21/11/2019 21h19

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou o rating da Bolívia de BB- para B+, com perspectiva negativa. Segundo a agência, a decisão foi baseada em uma "rápida e sustentada erosão de reservas externas e riscos macroeconômicos relacionados".

A Fitch prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) do país sul-americano desacelere de 4,2% em 2018 para 2,5% em 2019, "na medida em que a Bolívia enfrenta distúrbios econômicos generalizados após as eleições de outubro, incluindo greves e danos a infraestruturas".

Para 2020, a agência espera um crescimento de 1% da economia boliviana, acrescentando que as perspectivas de curto prazo "não são muito claras".

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, que governou o país por mais de 13 anos, renunciou em 10 de novembro, em meio a suspeitas de fraude nas eleições do mês passado, e se autoexilou no México. A presidente interina, Jeanine Áñez, enviou ontem ao Congresso local um projeto de lei para convocar um novo pleito, mas ainda não há um cronograma.

Economia