IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Bolsonaro diz ter quase certeza que Trump irá atendê-lo sobre questão do aço

O presidente Jair Bolsonaro se encontra com Donald Trump (EUA), no G20 - Brendan Smialowski/AFP
O presidente Jair Bolsonaro se encontra com Donald Trump (EUA), no G20 Imagem: Brendan Smialowski/AFP

Thaís Barcellos e Cícero Cotrim

São Paulo

02/12/2019 11h59

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, em entrevista à Rádio Itatiaia, que "tem quase certeza" de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai atendê-lo e voltar a atrás na decisão de retomar tarifas sobre o aço e o alumínio brasileiro.

Questionado sobre o assunto na entrevista, Bolsonaro disse que essa decisão de Trump é "munição" para seus opositores no Brasil, mas repetiu que vai conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com Trump sobre o assunto. "Não vejo isso como retaliação, espero que Trump tenha entendimento e que não nos penalize. Tenho quase certeza de que ele vai nos atender."

O presidente ainda comentou que o real está sendo afetado pela própria guerra comercial entre Estados Unidos e China e também por outras questões da América Latina, rebatendo o argumento de Trump de que o País estaria desvalorizando a moeda.

Comentando sobre patriotismo, Bolsonaro disse que tem de ser resgatado, respeitando a família, o cidadão que o elegeu e, "no caso da maior parte dos brasileiros", com temor a Deus.

Ele acrescentou que é importante lembrar que nossa bandeira é verde-amarela e "que não podemos aceitar ameaças comunistas". "Quando Macron colocou em risco nossa soberania na questão da Amazônia, o lado bom é que despertou nosso patriotismo."

Economia