PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Brasil cai para 9ª posição entre maiores juros nominais e reais do mundo

Altamiro Silva Junior

18/03/2020 19h06

O Brasil passou da sétima posição para a nona no ranking dos maiores juros nominais do mundo após o Banco Central cortar novamente a taxa básica nesta quarta-feira, 18, para 3,75% ao ano, nova mínima histórica. O País está empatado com as Filipinas. Considerando este levantamento, a maior taxa mundial é a da Turquia, 9,75%, seguida pelo México, 7%, de acordo com levantamento da Infinity Asset.

No ranking de juros reais, descontada a inflação projetada para os próximos 12 meses, o Brasil saiu da oitava para a nona posição no ranking da Infinity, com taxa de 0,26%. A Rússia lidera este ranking, com taxa de 3,63%, seguido pela México, com 3,07%. O Brasil já chegou a ser líder de juros no mundo.

Os dois rankings mostram que os países desenvolvidos seguem com taxas muito baixas, perto de zero ou negativas. Nos Estados Unidos, as taxas chegaram a perto de zero, após o último corte extraordinário do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em 1 ponto porcentual, no domingo (15).