PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Bolsonaro diz após decretação de calamidade que gastos estão na casa de R$ 700 bi

Pedro Caramuru

30/04/2020 20h13

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta quinta-feira, 30, que os gastos do governo federal para conter a crise do coronavírus chegaram à cifra de R$ 700 bilhões desde que foi decretada a situação de calamidade pública. Segundo Bolsonaro, o valor ainda pode alcançar a "quantia fantástica e enorme" de R$ 1 trilhão. "Nós sabemos o que pode acontecer ainda no Brasil por causa do coronavírus", disse.

Durante transmissão semanal ao vivo, o presidente afirmou que 4 milhões de empregos em micro e pequenas empresas foram salvos graças às ações do governo. De acordo com Bolsonaro, "o desemprego está aí, batendo forte na porta do trabalhador".

Bolsonaro também voltou a criticar as medidas de quarentena e classificou como "praticamente inútil" o empenho posto nas medidas de isolamento para diminuir a transmissão da doença em solo brasileiro. Bolsonaro prestou "continência" aos profissionais da saúde e comparou a atuação de médicos, enfermeiros e técnicos à "soldados de branco, na linha de frente de combate ao coronavírus".