PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Todos os adquirentes podem participar do projeto das maquininhas, diz Caixa

Aline Bronzati

São Paulo

28/05/2020 16h52

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que todas os adquirentes podem participar do projeto que permite o uso dos recursos do auxílio emergencial para o pagamento de compras nas maquininhas de cartão. "Todos os adquirentes sem exceção podem participar e temos bandeira Elo que é quem está coordenando", disse ele, durante live, no período da tarde desta quinta-feira, 28, sem citar os nomes das empresas participantes.

De acordo com Guimarães, o potencial de volume financeiro a ser transacionado nas maquininhas é grande, considerando o uso dos recursos já identificado para compras na internet e pagamentos de contas. "Hoje, a utilização é dez vezes maior para compras na internet ou pagamento de contas do que saques nas agências", afirmou, sem precisar um volume.

Ele explicou que o volume dependerá do porcentual dos recursos que as pessoas vão utilizar para o pagamento de compras em estabelecimentos físicos.

Os recursos da primeira e segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600,00 já somam quase R$ 80 bilhões.

Além disso, os beneficiários poderão fazer várias transações com a nova funcionalidade.

O aplicativo Caixa Tem, necessário para receber os recursos do auxílio emergencial, vai funcionar como uma carteira digital.

Com o celular, o beneficiário escaneia o QR Code gerado nas maquininhas e conclui o pagamento, cujos recursos serão debitados das contas poupanças digitais.

O presidente da Caixa informou ainda que a internet dos beneficiários do auxílio emergencial é 'patrocinada', possibilitando que as pessoas paguem suas compras com o celular. "Não há necessidade de gastar internet do cliente. Essa é uma vantagem do aplicativo Caixa Tem e o objetivo é exatamente atender a população mais carente, que é o foco desse benefício", concluiu.