PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Para Fed, recuperação total da atividade nos EUA pode ser lenta e desigual

Eduardo Gayer

São Paulo

26/08/2020 14h31

A recuperação total da atividade econômica nos Estados Unidos pode ser lenta e desigual, alerta a diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) Michelle Bowman. Para ela, a atividade no país está ainda "longe da normalidade" e o curso da retomada é "altamente incerto".

Em vento virtual da Kansas Bankers Association, Bowman afirmou que a alta de casos de covid-19 em algumas regiões dos EUA continua a pesar sobre a economia.

A diretora aproveitou para recapitular alguns impactos do novo coronavírus na economia do país, ressaltando o choque sobre as empresas e o mercado de trabalho. "A indústria de aviação foi duramente atingida pela desaceleração e pela incerteza quanto à recuperação das viagens aéreas. A agricultura continua enfrentando desafios, mas está se saindo um pouco melhor do que muitos setores da economia.", declarou a economista.

Por outro lado, Michelle Bowman defendeu a atuação do Fed na crise e destacou a importância do principal programa de crédito da autoridade, o Main Street, em garantir a liquidez no sistema financeiro americano. Ela reconheceu o risco de inadimplência em muitos empréstimos concedidos, mas afirmou que os dados sobre crédito no país, até o momento, são encorajadores.

A diretora reforçou o compromisso do Fed em apoiar a recuperação "com rapidez e flexibilidade", e, embora tenha dúvidas sobre o ritmo, garantiu a retomada da economia americana em algum momento. "Não sabemos quando, mas os EUA vão se recuperar desta crise", disse, no evento.