PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

ANP atualiza especificações do GLP com objetivo de melhorar controle da qualidade

Sandra Manfrini

Brasília

31/08/2020 14h38

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou nesta segunda-feira, 31, no Diário Oficial da União, resolução que atualiza as especificações de GLP (gás de cozinha), em vigor há 15 anos. Por meio de nota, a ANP esclarece que o ajuste da tabela de especificações permitirá melhor acompanhamento dos componentes contidos no GLP, melhorando o controle da qualidade do produto a ser comercializado no País.

Segundo a ANP, o novo regulamento prevê a realização do teste de mancha para análise de butano comercial e de sua mistura com o propano. As novas regras têm como objetivo melhorar o controle da qualidade do GLP, identificando potenciais resíduos e adequando as especificações do produto às internacionais.

O regulamento prevê ainda a inclusão de metodologia para determinação quantitativa do odorante utilizado para dar cheio ao gás de cozinha, o que é um item importante para segurança em caso de vazamento durante o uso.

A resolução amplia também o número de municípios que precisam ser abastecidos com o "GLP Inverno" - termo utilizado pelo mercado para identificar o produto com especificação diferenciada, na etapa de distribuição, nos municípios cuja média das temperaturas mínimas se encontre abaixo de 10ºC, nos meses de maio, junho, julho e agosto.

Nas localidades com essa temperatura, a mistura de propano e butano comercializadas deve ter massa específica, com frações mais leves, para facilitar a saída do botijão. A nova resolução da ANP inclui 18 localidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

As novas regras da resolução entrarão em vigor a partir de 1º de março de 2021.