PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Nos EUA, Nancy Pelosi diz que US$ 2,2 tri em estímulos podem ser insuficientes

A democrata Nancy Pelosi é líder da Câmara - Saul Loeb/AFP
A democrata Nancy Pelosi é líder da Câmara Imagem: Saul Loeb/AFP

Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

18/09/2020 13h49

Presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi insistiu hoje na necessidade de mais medidas de estímulo fiscal, a fim de apoiar a economia dos Estados Unidos. Durante entrevista à Bloomberg TV, Pelosi afirmou que as necessidades de estímulo "estão apenas crescendo", diante do choque da pandemia.

Pelosi voltou a comentar a divergência sobre um novo pacote fiscal com a situação republicana no Legislativo e a Casa Branca. Na avaliação dela, os US$ 2,2 trilhões (aproximadamente R$ 11,7 trilhões) em estímulos, atualmente em consideração, podem ser insuficientes diante das necessidades.

A liderança democrata também ressaltou que é crucial financiar Estados e municípios, que enfrentam gastos maiores com a pandemia, na saúde pública mas não apenas nela, enquanto perderam receita.

A presidente da Câmara dos EUA lembrou que, em meio aos projetos do presidente Donald Trump para levar as crianças de volta à escola, é preciso haver verbas para isso. "Levar crianças de volta à escola em segurança exige dinheiro."

Questionada se algum acordo seria melhor que nenhum acordo sobre as medidas fiscais, ela respondeu que não necessariamente, renovando as críticas aos republicanos que, segundo ela, almejam verba insuficiente diante do tamanho do choque econômico.