PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Após sequência de altas, confiança do empresário fica estável em outubro

Sandra Manfrini

Brasília

13/10/2020 14h29

A confiança dos empresários da indústria ficou estável em outubro, depois de uma sequência de altas no indicador. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingiu 61,8 pontos neste mês ante os 61,6 pontos registrados em setembro, segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta terça-feira, 13.

A pesquisa revela que os empresários da indústria continuam confiantes e os índices estão em nível próximo ao observado antes dos efeitos da pandemia da covid-19 sobre a economia, em fevereiro. Naquele mês, o índice de confiança estava em 64,7 pontos. O indicador varia de zero a 100 pontos, sendo que índices acima de 50 pontos denotam confiança.

"Com a estabilidade do otimismo em patamar elevado, espera-se que a indústria deva seguir em ritmo de retomada, com crescentes níveis de atividade, investimento e emprego", diz o documento da CNI.

Entre os componentes do ICEI, o índice de expectativas dos empresários com relação aos próximos seis meses recuou pela primeira vez desde abril, de 65,1 pontos em setembro para 64,5 pontos em outubro. Apesar da queda, destaca a CNI, o índice continua acima dos 50 pontos, o que indica expectativas otimistas dos empresários.

O Índice de Confiança com relação às condições atuais subiu de 54,7 pontos para 56,3 pontos em outubro. Segundo a CNI, esse aumento indica uma melhora da percepção dos empresários com relação ao estado atual da economia brasileira e das suas próprias empresas. O índice vem crescendo desde junho.

A pesquisa mostra ainda que, pela primeira vez desde março, os empresários industriais têm uma percepção positiva em relação às condições atuais da economia brasileira. O indicador que mede esse componente cresceu de 49,5 pontos para 51,9 pontos.

A pesquisa foi feita de 1º a 7 de outubro, com 1.274 empresas, sendo 498 pequeno porte, 494 médio porte e 282 de grande porte.