PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

BoE não descarta juros negativos, mas diz que momento ideal não é agora

André Marinho

São Paulo

21/10/2020 10h40

O vice-presidente para mercados e bancos do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Dave Ramsden, afirmou nesta quarta-feira que a autoridade monetária não descarta a adoção de juros abaixo de 0% no futuro, mas ressaltou que o momento atual não é apropriado para o uso do instrumento. "Vamos manter a adequação de todas as ferramentas, incluindo juros negativos, sob revisão", comentou, durante conferência virtual.

O dirigente avaliou que esse recurso pode não ter a mesma efetividade no contexto corrente que teria em outros. Segundo ele, o principal impacto dos juros negativos é observado no sistema bancário. "Se as taxas de depósitos não caem, mas as de empréstimos sim, isso terá efeito na lucratividade dos bancos, particularmente para aqueles que dependem de financiamento de depósito no varejo", explicou.

Ramsden demonstrou preocupação com os obstáculos à recuperação do mercado de trabalho. No entanto, garantiu que o BoE ainda dispõe de instrumentos eficazes para ajudar a apoiar a atividade econômica.

Ele acrescentou que a instituição tem margem de flexibilidade em relação ao relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês). "O nosso 'foward guidance' fornece um comprometimento de que não vamos apertar política monetária até que estejamos confiantes para isso e que tenhamos visto claras evidências de que estamos a caminho da recuperação", disse.