PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Saída de dólares supera entrada em US$ 19,364 bilhões em 2020, diz BC

Dados anuais refletem os efeitos da pandemia do coronavírus sobre o fluxo de moeda estrangeira - Bill Oxford/Getty Images
Dados anuais refletem os efeitos da pandemia do coronavírus sobre o fluxo de moeda estrangeira Imagem: Bill Oxford/Getty Images

Fabrício de Castro

Brasília

28/10/2020 15h13Atualizada em 28/10/2020 15h50

O fluxo cambial do ano até 23 de outubro ficou negativo em US$ 19,364 bilhões, informou hoje o Banco Central. No mesmo período do ano passado, o resultado era negativo em US$ 19,743 bilhões. Os dados anuais refletem, em grande parte, os efeitos da pandemia do coronavírus sobre o fluxo de moeda estrangeira, em especial no mês de março.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 23 de outubro foi de US$ 51,896 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 380,086 bilhões e de envios no total de US$ 431,982 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 23 de outubro ficou positivo em US$ 32,531 bilhões, com importações de US$ 125,627 bilhões e exportações de US$ 158,158 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 20,734 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 55,758 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 81,667 bilhões em outras entradas.

Outubro

Depois de encerrar setembro com saídas líquidas de US$ 3,482 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 667 milhões em outubro até o dia 23, informou há pouco o Banco Central.

O canal financeiro apresentou entradas líquidas de US$ 310 milhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 24,110 bilhões e de retiradas no total de US$ 23,800 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de outubro até o dia 23 é negativo em US$ 977 milhões, com importações de US$ 9,514 bilhões e exportações de US$ 8,538 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 843 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,500 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 5,194 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial registrado na semana passada (de 19 a 23 de outubro) para o Brasil ficou positivo em US$ 389 milhões, informou o Banco Central. O destaque foi o dia 21, quarta-feira, quando US$ 1,065 bilhão líquidos entraram no País.

O canal financeiro apresentou entrada líquida de US$ 1,472 bilhão na semana, resultado de aportes no valor de US$ 8,258 bilhões e de envios no total de US$ 6,785 bilhões.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou negativo em US$ 1,084 bilhão, com importações de US$ 3,565 bilhões e exportações de US$ 2,482 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 304 milhões em ACC, US$ 567 milhões em PA e US$ 1,610 bilhão em outras entradas.